Segunda-feira, 14 de Janeiro de 2008

Roteiros Turísticos

Apresentamos três roteiros turísticos de especial interesse, da cidade de Aveiro:

 

- Rota da Ria

Duração Prevista: 1 dia
Distância Aproximada: 90 Km
Tipo de Transporte: Automóvel

A ria de Aveiro é uma laguna costeira que se estende ao longo do litoral desde Mira até Ovar, numa extensão de aproximadamente 50 Km, estando separada do mar por um estreito cordão arenoso. Lembrando longos braços que se estendem até às populações ribeirinhas, a ria origina paisagens magníficas, num cenário onde a água impera. Neste roteiro convidamo-lo a ladear a laguna, partindo de Aveiro e terminando em Ovar. Por paragens de notável valor natural e de rica diversidade faunística, conhecer as salinas, os barcos moliceiros, as gentes e a sua cultura, num passeio que ficará na sua memória para sempre, é o que lhe propomos.

 

-  Rota do Mar

Duração Prevista: 2 dias
Distância Aproximada: 120 Km
Tipo de Transporte: Automóvel

A orla costeira desta região, longo cordão lunar que se estende de Esmoriz ao Areão, reúne um conjunto de praias famosas do Norte de Portugal. Neste roteiro fazemos-lhe o convite para conhecer a Reserva Natural das Dunas de S. Jacinto, um ex-libris da região, onde subsiste uma biodiversidade exemplar da mata atlântica, proporcionando uma paisagem memorável entre o mar e a ria, Ao percorrer este itinerário, ficará a conhecer a maioria das praias da nossa costa e a riqueza cultural única de um povo dedicado às artes da pesca e da agricultura ribeirinha. Recomendamos vivamente, que contemple o entardecer nestas paragens, onde o sol se põe atrás do mar, proporcionando momentos de rara beleza.

 

- Rota da Arte Nova

Duração Prevista: 1 dia
Distância Aproximada: 30 Km
Tipo de Transporte: Automóvel

Sendo principalmente um "estilo decorativo", a Arte Nova não utiliza uma fórmula arquitectónica tipificada. Antes designa, contrariando o academismo anterior, a decoração de linhas curvas, os motivos vegetalistas, que se espraiam nos azulejos de fachada, nos gradeamentos de ferro, nas molduras de portas e janelas e nos vitrais. É aliás, a azulejaria que, no panorama dos materiais que alicerçam este estilo (o ferro, o vidro. A madeira e a pedra, os símbolos do progresso) se eleva à categoria de protagonista, com as suas cores vivificantes, talvez espelhando a visão optimista da burguesia crescente e a alegria de viver da "belle époque". Ou não fora Aveiro de inícios de século XX, a "pátria do Azulejo", assim referida pelo historiador Amaro Neves, onde se desenvolveram reputadíssimas fábricas de produção artística, como a do Côjo, da Fonte Nova as olarias de Aveiro, a fábrica Aleluia, entre outras, que a arquitectura da cidade tão bem soube aproveitar e enquadrar. A descoberta deste estilo arquitectónico é, por si só, pretexto para conhecer e compreender a história, a cidade e o dinamismo das gentes de Aveiro.

Para mais informações e outros roteiros consultar:

http://www.aveiro.co.pt/roteiros.aspx

 

 


publicado por Grupo 4 às 21:35
link do post | comentar | favorito

Mais sobre mim

pesquisar

 

Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
28
29
31

Posts recentes

Poster

VUGA

GPS

Feira de Artesanato

Exposições

Festas do Município

Exposição de Fotografia “...

A Regata Internacional Ro...

Câmara de Aveiro prepara ...

Rota da Luz e Privetur qu...

Arquivos

Links

blogs SAPO

subscrever feeds